1ª fase – 5º jogo: Com três gols de Ademilson, Tupi vence o Nova Iguaçu fora de casa

Tupi superou o Nova Iguaçu fora de casa pela Série
D do Brasileirão

Com pênalti decisivo no fim do jogo, o Tupi bateu o Nova Iguaçu, por 3 a 2, no Estádio Laranjão, na Baixada Fluminense e colou de vez no líder do grupo A6, o Resende, que tem um ponto a mais que o time mineiro. Destaque para o atacante Ademilson que marcou três vezes para os visitantes e garantiu os três pontos do Tupi fora de casa. Na vice-liderança com 12 pontos, a equipe de Juíz de Fora segue viva na Série D do Campeonato Brasileiro. Já o Nova Iguaçu estacionou nos 7 pontos e vê a classificação cade vez mais distante.

Pela próxima rodada da competição, o Tupi recebe o Resende, às 16h, em Juíz de Fora, em duelo que vale a liderança do grupo A6. Já o Nova Iguaçu folga e volta a campo apenas no dia 17, também contra o Resende, no Sul Fluminense.

Balde de água fria logo no ínicio

Precisando da vitória para continuar sonhando com a próxima fase da Série D do Brasileirão, o Nova Iguaçu começou pressionando e finalizou com perigo logo no primeiro lance, mas em um rápido contra-ataque, aos 3 minutos, Ademilson aproveitou a chance e chutou com categoria no canto direito do goleiro Jefferson. 1 a 0 para os visitantes e um balde de água fria na Laranja da Baixada.

Enquanto o time de Minas Gerais tocava a bola com tranquilidade, o Nova Iguaçu não chegava com perigo ao gol de Vitor Souza. O Tupi ameaçava nos contra-ataques e quase ampliou o placar ainda no primeiro tempo com o atacante Núbio Flávio, mas as equipes foram para o vestiário com o placar mesmo em 1 a 0 para os mineiros.

Márcio Guerreiro tentou mas não marcou o dele diante do Tupi, no Estádio Laranjão

Força para reagir

O Nova Iguaçu começou a segunda etapa no ataque. Logo aos 2 minutos, Dieguinho avançou em uma bela jogada pela direita e de perna esquerda finalizou no canto direto de Vitor Souza, que se esticou todo e desviou para escanteio. Aos 13 minutos, Ramon achou Márcio Guerreiro na entrada da área. O experiente meia da Laranja da Baixada chutou forte, mas acertou a rede pelo lado de fora. A equipe do técnico Marcelo Salles buscava o gol de empate a todo custo.

Mas assim como no primeiro tempo, o Tupi em uma rápida jogada de contra-ataque, dessa vez pela direita com Henrique, avançou, cruzou e achou novamente o artilheiro Ademilson, que de cabeça ampliou o placar para a equipe mineira. 2 a 0 para o Tupi em pleno Estádio Laranjão. Festa da torcida visitante.

Aos 28 minutos, o Nova Iguaçu colocou fogo no jogo: Ramon, que entrou na segunda etapa, cortou o marcador e acertou um chute forte no angulo do goleiro Vitor Souza. Sem chances para o arqueiro do Tupi. Placar 2 a 1.

Quando ninguém imaginava, o Nova Iguaçu novamente com Ramon achou o gol de empate. Aos 35 minutos, Nelinho driblou pela esquerda e alçou a bola na área. Ramon chegou e finalizou para o fundo da rede do gol do Tupi. 2 a 2 para delírio dos espectadores no Laranjão.

Restando apenas 2 minutos para acabar o jogo, Jefferson saiu mal do gol em uma cobrança de escanteio, e Lukian empurrou Michel dentro da área. Pênalti para o Tupi. Na cobrança, Ademilson não desperdiçou e fez o terceiro dele no jogo. Hat-trick do atacante do Tupi. 3 a 2 e fim de jogo.