2013: M. Carioca diz que ficou fora da seleção após pegar ‘mulher’ de Luxa

O ex-jogador Marcelinho Carioca foi o entrevistado do Programa Agora é Tarde, da TV Band. Em conversa com o apresentador Danilo Gentili, ele revelou que poderia estar nos grupos das Copas de 94, 98 e 2002. O sonho, no entanto, foi abreviado quando, em uma das convocações, o jogador ficou com uma mulher também desejada por Vanderlei Luxemburgo, então técnico da seleção brasileira.

“Teve esse problema com o Vanderlei, que eu acho um dos melhores treinadores do Brasil. Foi na Bahia, a mulher era maravilhosa. Ele me tirou da seleção, mas não tinha como deixar, não. Ela chegou e falou assim: eu não quero o velho, não. Quero o pretinho. Aí o pretinho foi lá e…”, disse o ex-jogador do Corinthians.

“Às vezes, as pessoas chegam na TV e querem fazer cena. Eu sou papo de boteco, eu vim do nada. Eu sou o que sou, transparente. Já paguei o preço muito alto por falar demais, porque a verdade perdura e a mentira é aflorada a qualquer momento”, continuou o jogador, que também relembrou alguns momentos de sua carreira.

Segundo Marcelinho, o gol mais marcante de sua carreira foi o primeiro contra o rival Palmeiras, nome, inclusive, que ele evitou falar durante todo o programa. Contra o clube alviverde, ele também passou por um de seus piores momentos, ao perder o pênalti que decretou a eliminação do Corinthians na Copa Libertadores de 1999.

“Foi um momento de tristeza, mas ali existe a qualidade do adversário, que você precisa reconhecer. O Marcos, goleiro pentacampeão do mundo, foi competência dele. Depois encontrei ele e disse: “quase acabou com a minha carreira, agora vai ter que dividir o bicho da Copa do Mundo comigo”, brincou.