2014: Em casa, Tupi-MG vence Madureira e volta ao G-4 na Série C

A derrota por 3 a 0 para o Mogi Mirim ficou para trás. Jogando em casa, o Tupi-MG conseguiu reverter a situação e somar mais três pontos na tabela na tarde deste sábado. O alvinegro de Juiz de Fora venceu o Madureira por 1 a 0. O gol saiu logo no início, aos sete do primeiro tempo, com Éwerton Maradona. A vitória trouxe alívio ao time mineiro, que chegou aos 10 pontos e atingiu a meta que era de estar entre os quatro primeiros do Grupo B antes da parada para a Copa do Mundo. Já o Madureira permaneceu com oito pontos.

Tupi-MG e Madureira voltam a jogar apenas no dia 19 de julho, quando o alvinegro de Juiz de Fora vai até São Caetano do Sul enfrentar o São Caetano, no Anacleto Campanella, às 16h. Já o Tricolor Suburbano recebe o Caxias, no Conselheiro Galvão, também às 16h.

O JOGO

Logo nos primeiros minutos da partida, o Tupi-MG fazia valer o mando de campo e avançava, principalmente pelas pontas. O alvinegro pressionou e o gol não demorou a sair. Aos sete minutos, Maguinho iniciou uma bela jogada com Chico, que encontrou Éwerton Maradona aberto pela esquerda. O meia dominou e abriu o placar para os donos da casa. O Madureira passou a procurar o empate e, aos 14 minutos, assustou os anfitriões. Após uma troca de passes, a bola sobrou para Carlinhos que chutou perto do gol de Rodrigo.

O Tricolor Suburbano continuava buscando igualar o placar e conseguia avançar, mas não criava boas oportunidades. O Tupi-MG, por sua vez, perdia o gás do início do jogo, recuava e não conseguia fazer a bola ultrapassar o meio campo. Mas, ao final do primeiro tempo, os donos da casa voltaram a pressionar o rival e conseguiram armar boas jogadas. Porém, não conseguiram convertê-las em gols. Aos 42, uma bela jogada de ataque pela lateral-direita foi desperdiçada por Raphael Toledo, que demorou a chutar, foi cercado por três adversários e acabou perdendo a chance de ampliar a vantagem. Em seguida, foi a vez de Élder Santana. O atacante armou a jogada, driblou, mas o goleiro George salvou o Madureira em uma grande defesa.

Tupi garantiu mais uma vitória em casa

O segundo tempo começou com o Tupi-MG perdendo boas chances de gol. Aos cinco minutos, Élder Santana ficou cara a cara com o goleiro adversário, mas não conseguiu marcar. O atacante estava livre, mas chutou em cima de George, facilitando a defesa. Dois minutos depois foi a vez de Wesley Ladeira desperdiçar. Após uma boa cobrança de falta de Raphael Toledo, a bola sobrou para o zagueiro, que definiu e a bola raspou a trave saindo para a linha de fundo. O Tupi-MG partia para cima do rival, mas o Madureira se defendia bem e apostava nos contra-ataques.

Aos poucos, o tricolor suburbano evoluía em campo e começava a atacar com perigo. Porém, aos 36, os visitantes perderam um jogador. Na tentativa de parar uma jogada de Chico, Aislan cometeu a falta, tomou o segundo cartão amarelo e foi expulso. O alvinegro de Juiz de Fora cresceu e aos 38 minutos desperdiçou outra chance. Marcelinho recebeu bola cruzada, bateu de primeira, mas para fora. O jogo seguiu sem grandes oportunidades até o fim do jogo.