Adeus, companheiro Loureiro Neto

Morreu no Rio de Janeiro, aos 61 anos, o nosso companheiro Loureiro Neto. Depois de uma dura batalha, há meses, contra uma doença cardíaca, ele não resistiu e teve morte cerebral decretada no início da manhã no Hospital Pró-Cardíaco. Loureiro nasceu em Portugal, mas adotou e foi adotado por Copacabana. Conhecia os bares, os garçons, os jornaleiros, os porteiros e peladeiros. Loureiro era da praia e do futebol. Vascaíno apaixonado, foi referência e criou escola de como fazer uma cobertura esportiva. Ele era da praia, da bola e do samba. Mangueirense, foi presidente de ala na Verde e Rosa e um defensor das tradições e do bom carnaval. Loureiro foi o mais carioca dos portugueses. Na Rádio Globo apresentou o “Enquanto a bola não rola”, “Papo de Botequim”, e em 2002, passou a apresentar o “Manhã da Globo”, substituindo Haroldo de Andrade no horário matinal. Em 2011 passou a apresentar o “Botequim da Globo”. Manoel Fernandes Loureiro, nosso grande companheiro, Loureiro Neto, que deixa um vazio em nossos corações. Mais uma voz que nos deixa, mas que guardaremos para sempre.