Arsenal. Gunner na briga pelo G4