Ávila Machado (ex- comentarista esportivo de rádio)

Contemporâneo de Mário Moraes, Orlando Duarte, Randal Juliano, Cláudio Carsughi, Mauro Pinheiro, João Saldanha, Barbosa Filho, Rui Porto, Kafunga, Wilson Brasil, Milton Camargo, Carlos Aymard e Milton Peruzzi, o marcante comentarista esportivo da saudosa equipe 1040 da Rádio Tupi, Ávila Machado, morreu em São Paulo no dia 29 de novembro de 1997

Funcionário dos Diários Associados por mais de 30 anos, o correto Ávila Machado brilhou na Rádio Tupi, na Rádio Difusora, na TV Tupi e manteve por décadas uma coluna nos antigos Diários de São Paulo e Diário da Noite.

Sem nenhum parentesco com o atual narrador Cléber Machado, Ávila Machado marcou época pela competência, seriedade, conhecimento esportivo e por suas tradicionais costelestas que o fazem parecer um mórmon americano.

Tristeza

Ávila Machado, que se chamava José Carlos de Ávila Machado, teve uma grande desilusão ao sofrer um acidente muito sério na Via Dutra, em 1964. “Ele tinha comprado um Fusca 0KM e foi passear no Rio de Janeiro ao lado de sua esposa, que era muito bonita”, conta Juarez Soares, seu companheiro da Rádio tupi, à época. “Só que, na viagem, o Fusca capotou e a mulher de Ávila morreu. Ele nunca mais foi o mesmo e carregou essa tristeza por anos e anos”, lembra, quase chorando, o popular “China”.

http:/desenvolvimento.miltonneves.com.br