Botafogo: Bi mundial em 1958/62, o mito Nílton Santos completa oito décadas de vida no dia 16

A praia de Fleixeiras, na Ilha do Governador, no Rio de Janeiro, foi engolida pelas obras de amplificação do aeroporto do Galeão. Mas permanece viva na lembrança de um dos maiores craques da história, a lenda Nílton Santos, que completa 80 anos de idade, no próximo dia 16. Afinal, foi nos campinhos de areia do bairro que o lateral bi mundial pela Seleção em 1958 e 1962 deu seus primeiros chutes. “Fui salvo de um incêndio. Nasci em um lugarejo que não tinha sequer luz elétrica. Dormíamos às sete da noite por falta do que fazer. A única distração era a pelada. Graças a Deus tive o dom da habilidade e assim fui me aperfeiçoando até conseguir a minha chance”, explica Nílton, citação obrigatória em qualquer compêndio sobre futebol, ele mesmo aliás apelidado “Enciclopédia”, amigo de infência de todas as bolas desse e de todos os planetas. Nílton, na realidade, gastou uma delas, velha e descosturada, em modestos times de Fleixeiras, mas foi ao sentar praça na Aeronáurica, em 1946, que saiu definitivamente do anonimato, levado para o Botafogo pelo então major Honório Magalhães. Lá ganhou o respeito do técnico Zezé Moreira e do presidente Carlito Rocha, passou a morar na concentração do clube até tornar o óbvio realidade definitiva: em 21 de março de 1948 estreava pelo Alvinegro, pelo qual fez 719 jogos até 1964. Naquele dia, Nílton calçava as botas de sete léguas que atravessaram mais de seis décadas de história.

=>Nílton Santos fez seu último jogo pelo Botafogo em 16 de dezembro de 1964,, na vitória de 1 a 0 sobre o Bahia, em amistoso. Tinha 39 anos de idade, um currículo invejável de títulos e 719 partidas pelo Botafogo.

=>Outros títulos pelo Botafogo: Torneio internacional da Colômbia (1960), Pentagonal do México (1962), Torneio de Paris (1963),Quadrangular de Buenos Aires (1964), 50 Anos da Associação Boliviana (1964).

NÍLTON SANTOS FEZ HISTÓRIA COM SEU ESTILO HABILIDOSO E MODERNO: LATERAL QUE JÁ AVANÇAVA

Alvinegro de 48 a 64

Bi carioca em 1062 no maior time da história

Nílton Santos perdeu em sua estreia pelo Botafogo, 2 a 1 para o América-MG, num amistoso em General Severiano, formando no time que tinha Oswaldo, Marinho, Sarno, ele

(Nílton Barbosa), Ávila, Juvenal, Nerino (Rosinha), Geniho, Pirilo, Otávio (Darcy) e Demóstenes (Reinaldo). Logo, no entanto, ganhou a posição de titular, em 18 de julho, vitória de 4 a 2 sobre o Canto do Rio, pelo Campeonato Carioca. Naquele ano, vale ressaltar, o Botafogo ganhou título após 12 anos de jejum. Nílton foi lateral no Alvinegro até 1960, quando virou zagueiro. Em1962, ganhou o bicampeonato carioca, integrando o maior time da história alvinegra: Manga, Joel, Zé Maria, ele, Rildo, Aírton, Èdson, Garrincha, Quarentinha, Amarildo e Zagallo.

Nílton Santos fez história com seu habilidoso e moderno: lateral que já avançava.