Camarote quente: Pelaipe discute e joga copos em assessor do Fla

A fase do Flamengo aparentemente é de calmaria: semifinal da Copa do Brasil, distância de oito pontos para a zona de rebaixamento. Porém, os estresses acumulados ao longo do ano ainda explodem. Neste domingo, uma cena chamou a atenção no camarote dedicado ao Rubro-Negro no estádio Castelão, em Fortaleza no empate por 0 a 0 com a Portuguesa.

Exaltado, o diretor de futebol Paulo Pelaipe interpelou o assessor de imprensa do clube Hilton Mattos sobre uma entrevista do atacante Hernane antes da partida. Houve resposta, a discussão ficou intensa. O dirigente xingou e atirou dois copos na direção do assessor, mas não o atingiu. Pelaipe partiu para cima, mas foi contido por um segurança do clube. Membros da comissão ficaram atônitos e tentaram serenar os ânimos. Hilton deixou o camarote e assistiu ao jogo em outro local.

Desde o início do ano, Pelaipe tem problemas com o departamento de comunicação. O atrito entre as duas partes é de conhecimento da diretoria. Pelaipe já manifestou sua insatisfação e acredita que, em vez de ser “protegido” pela assessoria, acaba mais exposto