Campeonato Carioca: Há 101 anos tradição, charme e muita polêmica

Terceira competição mais antiga do país, Campeonato Carioca ainda encanta a torcida

Cláudio Nogueira

Há quem diga que os estaduais não têm graça, e que só campeonatos estaduais e internacionais têm valor. Deve ser alguém que jamais assistiu a um clássico regional e nunca percebeu toda a rivalidade que a competição envolve. Faz 101 anos desde que o Campeonato Carioca foi realizado pela primeira vez, no ano de 1906.

Este não será, porém, o 101º campeonato. No ano de 1912 e nas décadas de 20 e 30, houve cisões entre os clubes. Com isso, foram realizados dois campeonatos no mesmo ano. Em 1979, houve um Campeonato Estadual e outro Especial. Desde 1906, foram 108 disputas. O campeonato Paulista é o mais antigo do Brasil, datando 1902. O do Rio é o terceiro, atrás do Campeonato Baiano de 1905.

Considerado o mais charmoso do país, o Campeonato Carioca é polêmico; Já em sua segunda edição. Em 1907, a disputa terminou empatada entre Fluminense e Botafogo. Como o regulamento não previa jogo extra (mas saldo de gols). Ambos se consideraram campeões. Em 1993, a Federação dividiu o título.

A história oficial do futebol no país começa em 1894. O paulista Charles Miller, que estudara na Inglaterra, voltou a São Paulo. Com volas de futebol e regras. Ele começou a difundir o esporte. No Rui, Oscar Cox fez trabalho semelhante, ao chegar da Suíça. Em 1897. Em 1902, fundou o Fluminense. Dois anos depois, eram criados Botafogo, América e Bangu. Na época., o esporte mais popular do Rio era o remo origem do Flamengo (1985, do Vasco (1898) e de parte do Botafogo.Este é a fusão, em 1942, o clube de regatas, de 1894; e o do futebol, de 1904. No começo do século passado, o turfe atraía bom público ao Derby Club, onde hoje se localiza o Maracanã.

O futebol carioca se beneficiou dos títulos da seleção brasileira nos Sul-Americanos de 1919 e 1922, nas Laranjeiras, que atraíram o público. Entretanto, o esporte era altamente elitizado. Negros e pobres não eram aceitos nos grandes clubes. Embora Bangu e América tenham tido ogadores negros, o Vasco foi o primeiro a ser campeão com negros, em 1923. Por causa dos preconceitos sociais e raciais, o futebol do Rio se dividiu em duas ligas por um ano, em 1924. Com o profissionalismo, ocorreu nova divisão, entre 1933 e 1936.

A partir da década de 30, o rádio difundiu o futebol carioca pelo país. O maior impulso se deu em 1950, com a abertura do Maracanã, sede da Copa do Mundo. O estádio consagra os campeões cariocas, título talvez menos importante apenas que o de campeão brasileiro.

 OS CAMPEÕES CARIOCAS

FLUMINENSE

30 Campeonatos Estaduais

(06, 07, 09, 11, 17, 18, 19, 24, 36, 37, 38, 40, 41, 46, 51, 59, 64, 69, 71, 73, 75, 76, 80, 83, 84, 85, 95, 2002 e 2005)

FLAMENGO

28 Campeonatos Estaduais

(14, 15, 20, 21, 25, 27, 39, 42, 43, 44, 53, 54, 55, 63, 65, 72, 74, 78, 79, 79 Especial, 81, 86, 91, 96, 99, 2000, 2001 e 2004)

BOTAFOGO

18 Campeonato Estaduais

(07, 10, 12, 30, 32, 33, 34, 35, 48, 57, 61, 62, 67, 68, 89, 90, 97 e2006)

VASCO

(23, 24, 29, 34, 36, 45, 47, 49, 50, 52, 56, 58, 70, 77, 82, 87, 88, 92, 93, 94, 98 e 2003)

América: 7 Campeonatos Estaduais (13, 16, 22, 28, 31, 35, 60)

Bangu: 2 Campeonatos Estaduais (33, 66)

Payssandu: 1 Campeonato Estadual (1912)

São Cristóvão: 1 Campeonato Estadual (1926)

Editor: Antonio Nascimento/ Edição: Tadeu de Aguiar/ Diagramação: Nei Figueiredo/