Caso Héverton: Da Lupa mandou ignorar o julgmento de Héverton, disse secretária da Lusa ao MP

Uma secretária da diretoria da Portuguesa relatou ao Ministério Público de São Paulo que foi orientada a ignorar um aviso do STJD  sobre o julgamento de Héverton antes da última rodada do Campeonato Brasileiro de 2013.

De acordo com o depoimento dessa secretária, a ordem para esquecer o e-mail da CBF partiu do então presidente da Lusa, Manuel da Lupa.

É essa a base da suspeita que o promotor Roberto Senise Lisboa tem sobre ex-dirigentes e ex-funcionários da Lusa. Sempre segundo Senise, eles teriam recebido “vantagens” para que Héverton fosse escalado na rodada final do Brasileiro.

O jogador estava suspenso, mas foi inscrito (e depois entrou em campo) contra o Grêmio. A Portuguesa foi punida com a perda de quatro pontos e acabou rebaixada.

* Com Andre Hernan, do Sportv

Fonte: Revista Placar, Jornal dos Esportes, Jornal do Brasil, Jornal o globo, Tribuna de Minas e Arquivo Pessoal Márcio Guerra