Ex-lateral do Corinthians, técnico Giba morre em São Paulo aos 52 anos

O técnico Giba Maniaes faleceu na manhã desta terça-feira, em São Paulo, aos 52 anos. Ele estava internado no Hospital Sírio Libanês, na capital paulista, havia uma semana. Giba tinha amiloidose, uma doença rara que afeta os rins. O velório e a cremação também ocorrem em São Paulo durante a tarde.

Como jogador, Giba brilhou principalmente com a camisa do Corinthians, quando foi titular na campanha do título alvinegro no Campeonato Brasileiro de 1990. Além do Timão, o lateral-direito defendeu também as cores do União São João, de Araras, e do Guarani, de Campinas.

Nas redes sociais, o Twitter oficial do Corinthians lamentou o falecimento do ex-jogador e mandou mensagem para os familiares.

“Luto! Faleceu hoje em São Paulo o ex-lateral-direito Giba. Campeão brasileiro em 1990, nos deixa aos 52 anos de idade. Força à família. O Timão será eternamente grato a Giba, que honrou o manto alvinegro! Obrigado, campeão! Você está eternamente em nossos corações”

Giba treinou várias equipes, entre elas o Paulista de Jundiaí, no interior de São Paulo

Como treinador, Giba iniciou sua carreira aos 33 anos, no Paulista de Jundiaí. Além do Galo da Japi, ele passou também por Portuguesa, Guarani, Santos, São Caetano, Sport, Remo, Santa Cruz, entre outras equipes.