Final do Cearense termina com invasão e vandalismo no Castelão

Depois do jejum de cinco anos sem ganhar o título de campeão Cearense, a comemoração dos jogadores do Fortaleza no campo da Arena Castelão durou pouco. Após o apito final do árbitro, torcedores dos dois times invadiram o campo do estádio, entraram em confronto no gramado e quebraram muitas cadeiras. A decisão do campeonato terminou em 2 x 2, mas o Fortaleza tinha a vantagem da primeira partida da final e levou o titulo.

A Polícia Militar tentou conter os torcedores com bombas de efeito moral. Imagens da TV Verdes Mares registraram violência e vandalismo, como várias cadeiras do estádio jogadas no gramado e equipamentos quebrados e roubados. Ao final da partida, o tenente Coronel Aginaldo, chefe do Batalhão de Policiamento de Eventos da Polícia Militar, lamentou o ocorrido.

– A estrutura física do estádio não é feita para as torcidas do Brasil. Facilita a invasão de campo, principalmente em uma situação como essa aqui. Conter uma multidão em rebelião é difícil.

Após muitos minutos de confusão, a polícia conseguiu amenizar os ânimos. Os jogadores de ambos os times deixaram o campo logo no início da confusão. Uma confusão generalizada na Arena Castelão. O cenário era de guerra. De acordo com a Polícia Militar, 200 policiais faziam a segurança dentro do Arena Castelão.

Castelão, confusão, briga, torcidas, invasão, Ceará, Fortaleza (Foto: Bruno Gomes/Agência Diário)
Polícia tentou conter os ânimos dos torcedores (Foto: Bruno Gomes/Agência Diário)
Castelão, confusão, briga, torcidas, invasão, Ceará, Fortaleza (Foto: Bruno Gomes/Agência Diário)
Na confusão, sobrou até para a imprensa (Foto: Bruno Gomes/Agência Diário)
Briga Ceará x Fortaleza no Castelão (Foto: Thais Jorge / GloboEsporte.com)
Briga entre torcedores de Ceará e Fortaleza na Arena Castelão (Foto: Thais Jorge / GloboEsporte.com)