Goleiro Ivan Turina, do AIK Solna, é encontrado morto em Estocolmo

O goleiro Ivan Turina, do AIK Solna, foi encontrado morto em seu apartamento, na manhã desta quinta-feira, em Estocolmo, na Suécia. Segundo as autoridades locais, o jogador teria morrido de causas naturais, apesar da autópsia ainda não ter sido feita. A porta-voz do clube, Gabriella Blomback, assegurou, em declarações à edição online do diário sueco “Expressen”, que o atleta tinha feito exames um pouco antes do final do ano passado e que nenhum problema cardíaco foi detectado.

– O coração de Ivan deixou de funcionar nesta madrugada. Infelizmente, os médicos não puderam fazer nada para reanimá-lo – disse diretor desportivo do AIK, Bjorn Wesstrom, também ao jornal Expressen.

Turina tinha 32 anos e transferiu-se para o AIK em 2010, após deixar o Dínamo Zagreb. Há dois meses, o jogador renovou o seu contrato com o clube até 2016. Ele era considerado um dos melhores na sua posição em atividade no Campeonato Sueco.

O AIK suspendeu o treino da equipe na manhã desta quinta-feira. No CT do clube, a bandeira está a meio mastro em sinal de luto à Turina, cuja mulher está grávida do terceiro filho deles. Ele já tinha duas meninas.

O jogador nasceu em Zagreb, na Croácia. Ele começou a carreira no Dínamo de Zagreb em 1998, onde permaneceu até o meio de 2007. Nesse período, foi emprestato ao Croatia Sesvete, Kamen Ingrad e Osijek.

Já em 2007, ele assinou com o Skoda Xanthi, onde só ficou uma temporada até ir para o Lech Poznan. Em 2010 ele retornou por um curto período para o Dínamo de Zagreb, até acertar com o AIK, que atualmente está em terceiro no Campeonato Sueco, com 10 pontos, dois a menos que o líder Sirius.

Bandeira sueca é hasteada a meio mastro no CT do clube, em sinal de luto pelo jogador

O clube divulgou uma nota oficial no seu site explicando o que aconteceu com o jogador:

“É com grande tristeza e choque que AIK Football Club confirma que o goleiro Ivan Turina morreu na madrugada de quinta-feira. Ivan morreu de repente durante o sono e não há suspeita de crime nesse caso.

O goleiro, de 32 anos, chegou ao AIK durante o verão de 2010 vindo do NK Dinamo Zagreb. Durante a pré-temporada do time em fevereiro, em Portland, nos Estados Unidos, AIK e Ivan acordaram uma extensão de contrato até 2016. Havia um total de 89 jogos competitivos para AIK e manteve folha limpa em 35 destes.

Os pensamentos do AIK vão para a esposa de Ivan e duas filhas, e seus outros parentes e amigos.

AIK Futebol informou a equipe e outros funcionários sobre o que aconteceu. Pedimos a todos a respeitar todas as partes e permitir-lhes para chorar em paz”.

Fonte: Revista Placar, Jornal dos Esportes, Jornal do Brasil, Jornal o globo, Tribuna de Minas e Arquivo Pessoal Márcio Guerra