Inspirado no Coliseu: Roma apresenta projeto de estádio para 52 mil pessoas

Maior força do futebol italiano desde que inaugurou seu novo estádio, o Juventus parece ter virado exemplo para os concorrentes. O Roma apresentou, nesta quarta-feira, o projeto de sua nova casa, que poderá abrigar 52 mil torcedores – com possibilidade de extensão para 60 mil. O “Stadio della Roma” (Estádio do Roma, em português) é inspirado no antigo Coliseu e deve ser inaugurado na temporada 2016/17.

O estádio será localizado onde ficava o hipódromo Tor di Valle, na região sul da capital italiana, entre o centro e o aeroporto Fiumicino. Seu custo será, a princípio, de € 300 milhões (R$ 955,3 milhões), além da infraestrutura necessária para seu funcionamento pleno.

Estádio do Roma tem projeto inspirado no Coliseu

Participaram do evento de lançamento Totti e De Rosei, ícones da equipe atual, e o técnico Rudi Garcia. O presidente do clube, James Palotta, afirmou que a intenção é combinar arte com tecnologia na obra, que tem como objetivo “gerar medo nos adversários”. O arquiteto responsável pelo projeto, Dan Meis, explicou que o aspecto de “caldeirão” foi levado em conta para o desenho.

– Com o Estádio do Roma queremos reproduzir a glória e o poder do Coliseu. Queremos desenvolver um estádio onde os torcedores estejam perto do gramado, diferentemente do Estádio Olímpico. Desenhamos um estádio especificamente para futebol – disse.

Maquete mostra visão mais detalhada e espacial do estádio

A concretização do plano de construção de um novo estádio pode ter forte inspiração do sucesso do Juventus após sua empreitada. A Velha Senhora inaugurou o Juventus Stadium na temporada 2010/11, quando foi campeã invicta. De lá para cá, o time de Turim voltou a ser a grande força do futebol italiano.

Totti, DeRossi e Rudi Garcia participam de lançamento de projeto

Fonte: Revista Placar, Jornal dos Esportes, Jornal do Brasil, Jornal o globo, Tribuna de Minas e Arquivo Pessoal Márcio Guerra