Marketing Esportivo: Beckham

O jogador é considerado um dos maiores exemplos de atleta que soube utilizar o marketing esportivo. Em 31 de janeiro de 2013, depois de assinar contrato com o PSG, da França, o jogador anunciou que doará o salário (ele foi contratado por cinco meses) para uma instituição de caridade. Novamente ganhou destaque em todo o mundo pela atitude. “Durante esse contrato não vou receber salário, que irá para uma Fundação de caridade para crianças em Paris. Isto me deixa muito orgulhoso, me motiva, talvez nunca tenha sido feito isso antes. Tenho uma paixão pelas crianças e por projetos de caridade. É algo muito especial”, explicou o jogador que completou 37 anos. Beckham volta a atuar no futebol europeu depois de cinco temporadas jogando nos Estados Unidos, jogava pelo Los Angeles Galaxy. Sua carreira começou no Manchester United. Depois jogou no Real Madrid (2003/2007). Ele disputou três copas do mundo – 1998, 2002 e 2006- tendo feito 115 partidas pela Seleção da Inglaterra. O brasileiro Leonardo, diretor do PSG, disse não saber quanto será doado pelo jogador para a fundação de caridade.

Alguns dias depois, o jornal “Le Parisien”, publicou que a intenção de Beckham não poderia ser realizada, uma vez que, pelo menos o salário mínimo de um futebolista a Lei Francesa determina que qualquer jogador receba, ou seja, o equivalente a seis mil reais. Isso a lei determina para que ele possa receber a licença para jogar no país. A doação anunciada pelo jogador terá que ser descontada os seis mil reais, mas o valor total não foi revelado. Ou seja, ele voltou à mídia dias depois e o tema continuará rendendo favoravelmente ao jogador durante mais alguns tempo.

Beckham é apresentado no PSG