Mensagem de “campeões” é retirada de CT antes da chegada da Argentina

Quando Messi e cia. chegarem a Belo Horizonte, nesta segunda-feira, a entrada da Cidade do Galo já não exibirá mais a frase de apoio que gerou tanta polêmica entre os torcedores argentinos. A faixa com a mensagem “Bienvenidos, futuros campeones” (“Bem-vindos, futuros campeões”) foi retirada neste domingo pela Associação de Futebol da Argentina (AFA). No lugar, a entidade estampou a palavra “Bem-vindos”, em português e espanhol.

AFA substituiu mensagem na entrada da Cidade do Galo por um simples “Bem-vindos”

nicialmente, os torcedores argentinos imaginaram que a mensagem era uma provocação dos brasileiros. Mas a imprensa do país vizinho apurou que a frase foi proposta por Juan Carlos Crespi, vice-presidente do Boca Juniors. Os hermanos desaprovaram, então, o tom de otimismo descomedido da espécie de profecia. A mensagem também foi rejeitada por Carlos Bilardo, ex-treinador e atual diretor técnico da equipe. Comandante do bicampeonato mundial, em 1986, Bilardo é adepto da cabala, que condena previsões.

Faixa colocada na entrada da Cidade do Galo causou polêmica entre os argentinos

A Argentina do técnico Alejandro Sabella embarca rumo ao Brasil nesta segunda-feira. O voo está previsto para decolar do aeroporto de Ezeiza às 16h (de Brasília). A chegada do grupo ao aeroporto de Confins é estimada para 19h10. A seleção ficará instalada no CT do Galo durante toda a primeira fase da Copa do Mundo e poderá mudar o local de concentração caso garanta vaga nas próximas fases.

A Argentina está no Grupo F, com Bósnia-Herzegovina, Irã e Nigéria. A estreia da equipe de Messi será no dia 15, no Maracanã, contra os bósnios. Na sequência, os argentinos enfrentam os iranianos no Mineirão, no dia 21 de junho. A última partida da primeira fase será contra os nigerianos, no dia 25, no Beira-Rio, em Porto Alegre.