O Brasil faz uma péssima campanha e é eliminado pela Espanha: 14º colocado

A pior Copa do Brasil

A Suécia, em crise econômica abriu mão de sediar a Copa, com isso o Mundial de 34 foi disputado na Itália.

A Itália foi campeã, reforçada por “estrangeiros”. Até o brasileiro Filó foi campeão jogando pela Itália como Guarisi, sobrenome materno. Na final, a Itália venceu a Tchecoslováquia por 2 x 1. A Copa de 34 foi a pior campanha do Brasil, eliminado pela Espanha com a derrota por 1 x 3. No gol brasileiro estava Roberto Gomes Pedrosa, do Botafogo. Depois, Pedrosa foi árbitro e chegou à presidência da FPF (Federação Paulista de Futebol).

Na viagem para a Itália, o carteado no navio era limitado a 90 minutos por dia, para não cansar os jogadores.

A Argentina disputou a Copa da Itália com amadores. Os jogadores profissionais preferiram jogar por seus clubes.

O jogador italiano Luigi Bertolini jogou tida a Copa com um lençol branco na cabeça para se proteger da costura da bola.

Os problemas da seleção brasileira começam antes mesmo do embarque, com a divisão entre os profissionais e os amadores. A Confederação Brasileira de Desportos, amadora, teve pouco sucesso na convocação de muitos dos principais jogadores do país. Todos profissionais.

Os números da Copa

Data: 27 de maio a 10 de julho

Países Participantes: 16

Participantes nas eliminatórias: 29

Total de jogos: 17

Total de público: 395 000 espectadores

Média de público: 23.235 espectadires por jogo

Total de gols: 70

Média de gols: 4,12 por partida

A grande final:

Itália 2 x 1 Tchecoslovakia

O Brasil na Copa: 14º Colocado

27/05/34 – Brasil 1 x 3 Espanha (Leônidas)

Artilheiros:

4 gols: Conen (Ale); Schiavio (Ita); Nejedly (Tch)

3 gols: Orsi (Ita); Kielholz (Sui)

2 gols: Fawzi (Egi); Voorhoof (Bel); Hohmann, Kobierski e Lehner (Ale); Ferrari e Mezza (Ita); Horwath (Au); Jonasson (Sue); Abbeggleb III (Sui); Langara (Esp); Puc (Tchecoslováquia; Toldi (Hun)

1 gol: Bellis, Galateo (Arg); Leônidas (Bra); Noack (Ale); Nicolas e Verriest (Fra); Smit, Vent (Hol); Guaita (Ita); Bican, Schall, Sesta, Sindelar, Zischek (Aut); Dobai (Rom); Dunker e Kroon (Sue); Iraragorri e Regueiro (Esp); Krcil, Sobotka, Svoboda (Tch_; Sarosi. Teleky, Vincze (Hun) e Donelli (EUA)

Aconteceu na Copa de 1934:

Desistiu na última hora

A Suécia deveria ter sediado o Mundial de 1934, mas desistiu do evento por estar vivendo problemas financeiros. A Itália fez um evento bem organizado e conseguiu muitos lucros para o país, sem contar que acabou campeã.

Estrangeiros

Depois de ter sido campeão sul-americano, o jogador americano Orsi jogou pela Itália em 1934. O atacante se transferiu para o futebol italiano e foi cinco vezes campeão pelo Juventus. O jogador chegou a atuar no Flamengo e foi campeão carioca em 36. Outro argentino no elenco italiano do Mundial de 34 foi Demaria, que jogava pelo Gimnasya y Esgrima.

Os campeões do apito

Os árbitros, o sueco Ivan Eklind e o Italiano Rinaldo Barlassina, foram os que mais apitaram, na Copa do Mundo de 1934. Eles atuaram em três partidas

respectivamente, sendo que Eklind atuou no jogo final, entre Itália e Tchecoslováquia.

Forma de disputa

A Copa de 1934 foi disputada por 16 equipes que disputaram partidas eliminatórias em quatro fases (Oitavas, Quartas, Semi, e Final) Se a partida terminasse empatada no tempo normal e na prorrogação, a organização da competição promovia uma partida de desempate. Não havia a decisão em Pênaltis, como acontece atualmente.

Os Campeões

1º Itália

2º Tchecoslováquia

3º Alemanha

4º Áustria