O rolo do caixa

Vitória do Fluminense. Isso é o que ficou decidido na reunião entre os dirigentes do futebol paulista e carioca ocorrida na quinta-feira 18 em São Paulo. Motivo da reunião: o sumiço do Vasco na partida contra o Fluminense, válida pelo torneio Rio-São Paulo. O jogo, marcado para quarta-feira 17, deveria acontecer no Maracanã como manda o regulamento – e foi para lá que o Fluminense se dirigiu (abaixo). O Vasco, obedecendo a uma mudança imposta pelo presidente da Federação Carioca, Eduardo Viana, conhecido como Caixa d´Água, foi para o seu estádio, em São Januário (acima). Como o Flu cumpriu as regras do torneio foi declarado vencedor da partida que não existiu. ´´Mudei o campo porque o Fluminense deve dinheiro ao Maracanã e à Federação“, diz Viana. Américo Faria, gerente do Fluminense, falou a ISTOÉ:

ISTOÉ – O senhor gostou da punição do Vasco?
Faria – Não muda nada. Já estávamos eliminados e o Vasco classificado.