Pancadaria generalizada marca jogo na Segundona do Gaúcho; veja fotos

O jogo entre Três Passos e Grêmio Bagé foi marcado por uma briga generalizada na tarde desta domingoa pela Segunda Divisão do Gauchão. Quase no final do primeiro tempo, Wagner e Agnaldo trocaram empurrões e foram expulsos pelo árbitro da partida. Na saída para o intervalo, os jogadores dos dois clubes seguiram se provocando e iniciaram a briga. Atletas e membros da comissão técnica se envolveram na pancadaria, que se espalhou pelo gramado.

Atleta do Grêmio Bagé acerta um chute no adversário

O primeiro tempo tenso terminou em 0 a 0. Apesar da briga, o jogo recomeçou na segunda etapa e o Três Passos venceu o duelo por 2 a 0, com gols de Fábio Buda.

 

Jogadores trocaram socos no gramado

Depois de trocarem socos e chutes, os times tiveram mais jogadores expulsos. Diego Rocha e Kesler, do Grêmio Bagé, e Josimar, do Três Passos, não voltaram para a segunda etapa. O técnico Badico, do Bagé, discutiu com a arbitragem e também acabou excluído da partida.

No início de setembro, uma outra partida no interior do Rio Grande do Sul também terminou em pancadaria. O jogo entre Novo Hamburgo e São Paulo de Rio Grande se encaminhava para o fim com a vitória de 1 a 0 para os donos da casa. O resultado eliminava o Novo Hambugo, já que o São Paulo havia vencido o primeiro jogo por 3 a 1. Porém, aos 52 minutos do segundo tempo, veio o gol que garantiu ao Noia a vaga nas quartas de final. Foi o estopim para uma briga generalizada entre as duas equipes e que envolveu até membros das duas comissões técnicas.

Atleta do Grêmio Bagé acerta um chute no adversário