Pelo telefone. Grampo em dirigente da CBF não é caso para a Justiça Desportiva