River atropela Tigres no Monumental e é tri da LibertadoresEm estádio lotado, time argentino faz valer maior tradição e ambiente favorável e conquista a competição, somente quatro anos depois do seu rebaixamento no país

  • O River Plate nunca deixou de ser gigante mesmo quando sofreu o impensável e foi rebaixado em 2011. Nesta quarta-feira, o clube que se intitula “O Mais Grande” da Argentina provou isso. Com uma vitória por 3 a 0 sobre o Tigres, fez a alegria de um Monumental de Núñez lotado e que parecia ter vida própria: conquistou a Libertadores, sua terceira na história. Libertou-se do pesadelo de quatro anos atrás.

  • DESTAQUE“PONER HUEVOS”O Tigres era melhor tecnicamente. Mas desta vez, a camisa pesou. O River precisou de pouco mais do que raça, organização e um ambiente favorável para vencer a partida. Bastou “poner huevos”, mostrar garra, e os Felinos mexicanos se aquietaram como inofensivos gatinhos.

  • DESTAQUERUMO AO JAPÃODesta maneira, o River ratifica sua classificação para o Mundial de Clubes, em dezembro, no Japão. Já estava garantido pelo fato de o Tigres ser um convidado na Libertadores, mas viajará para a Ásia da melhor maneira possível: como campeão.

  • DESTAQUEPRESSÃO MONUMENTALComo era de se esperar, a torcida do River fez muita festa antes mesmo do jogo começar. Com balões em vermelho e branco, cantaram, batucaram e recepcionaram o time em campo de maneira emocionante.

  • DESTAQUEEL MÁS GRANDE DE AMÉRICAJogadores festejaram usando a camisa comemorativa com o mapa da América do Sul (mais o México) e a frase “O maior da América”.

    Os jogadores do Tigres recebem as medalhas pelo vice-campeonato da Libertadores da América.