Sport‏: Francisco Queiroz Caputo

Não é mais necessário invocar-se Esparta e Atenas como justificativa do valor do esporte num povo que alimenta ideias de grandeza.
  O papel do esporte é, hoje, axiomático: independe de demonstrações. Por isso, aqueles que criam possibilidades para a sua prática, que o elevam e engrandecem pela sua atuação, que colocam ao alcance dos membros de uma coletividade, fazem jus à posição de líderes. E as suas realizações devem, assim, ser destacadas e apontadas como reconhecimento de méritos, como exemplo e como incentivo.
Juiz de Fora, 23 de janeiro de 1969