Torcedores do Santa Cruz obrigados a entoar grito de guerra do rival Sport

A rivalidade no futebol parece, de fato, não ter limites. Nesta segunda-feira, vazou um vídeo em uma rede social com vários torcedores do Santa Cruz cantando músicas em referência ao Sport. O registro ainda é de procedência desconhecida, mas a postura dos tricolores dá a entender que eles poderiam estar detidos pela Polícia Militar. Além das mãos na cabeça e com semblantes nada felizes por estarem cantando aquelas músicas, aparecem nas imagens duas sirenes que seriam de carros da polícia.

 O vídeo tem 26 segundos e começa com uma pessoa puxando o “Cazá Cazá Cazá”, grito de guerra que tradicionalmente é entoado na Ilha do Retiro pela torcida do Sport. Na sequência, os torcedores do Santa Cruz, boa parte com camisas de uma torcida organizada do Tricolor, são colocados para gritar o nome do rival rubro-negro. No final, a pessoa que está gravando agradece.

A Secretaria de Defesa Social (SDS), enviou uma nota informando que irá averiguar a veracidade das imagens. De acordo com a assessoria de imprensa da entidade, caso se comprove que o vídeo foi registrado por um policial militar, a Corregedoria da PM abrirá uma sindicância para encontrar e punir os responsáveis.

Recentemente, a SDS abriu uma sindicância para apurar o envolvimento de um policial militar em uma confusão na festa da torcida do Sport na comemoração pelo acesso à Série A. O PM apontou uma arma para integrantes de uma torcida organizada do rubro-negro pernambucano.

Confira, a seguir, a íntegra da nota da SDS.

NOTA DA SDS

Em relação às imagens enviadas a esta Assessoria esclarecemos que:

1)   O Secretário de Defesa Social, Wilson Damázio, ao vê-las encaminhou-as à Corregedoria Geral da SDS e determinou a imediata apuração do caso;

2)    A Corregedoria da SDS irá investigar a veracidade das imagens postadas nas redes sociais “onde mostra torcedores do Santa Cruz Futebol Clube com as mãos na cabeça e cantando o hino do time do Sport Clube do Recife”;

3)   Se for comprovada a veracidade das imagens, a Corregedoria abrirá uma Sindicância, e punirá de acordo com a Legislação, os responsáveis;

4)    A SDS reitera, mais uma vez, o compromisso de tudo fazer em prol da segurança dos pernambucanos e abomina qualquer ato que configure transgressão ao ordenamento jurídico vigente, especialmente aos Direitos Humanos.

Centro Integrado de Comunicação da SDS