2013: Após jogar apenas nove minutos, Túlio Maravilha critica técnico do Vila

Na derrota do Vilavelhense para a Desportiva Ferroviária, pela Copa Espírito Santo, o atacante Túlio Maravilha entrou apenas no fim da partida e mais uma vez passou em branco na busca pelo seu contestado milésimo gol. Apesar de afirmar não ter ficado chateado com a decisão do treinador Samuel Batista, neste sábado o jogador mudou de opinião e postou um desabafo em uma rede social.

Em seu perfil oficial no Facebook, o folclórico Túlio Maravilha contestou a opção do treinador do Vilavelhense, de deixá-lo no banco, e reclamou que jogou apenas nove minutos na partida realizada na noite desta sexta-feira.

– É inacreditável em uma partida importante como esta, em contagem regressiva para o milésimo, o treinador me colocar somente no final do segundo tempo. Apenas oito minutinhos (na verdade foram nove minutos) … – lamenta o atacante.