Morte de Aragonés gera comoção entre atletas na Espanha: ‘Dia triste’

Vicente del Bosque e Luis Aragonés em evento na Espanha

A morte do ex-treinador Luis Aragonés, que faleceu neste sábado, comoveu a Espanha. Nas redes sociais, atletas se manifestaram sobre o assunto. Ele faleceu  em virtude de uma leucemia.

O goleiro Iker Casillas e o técnico Vicente del Bosque lamentaram a morte de Luis Aragonés, que faleceu neste sábado em virtude de uma leucemia. Enquanto o arqueiro foi comandando pelo profissional de 2004 a 2008 na seleção da Espanha, o outro sucedeu o colega de profissão no cargo de comandante da Fúria após a Eurocopa de 2008.

Casillas agradeceu os ensinamentos do ex-comandante à imprensa espanhola.

– Ele foi uma das pessoas mais influentes na minha carreira. O futebol deveria ser mais grato. Suas ideias trouxeram grande sucesso ao futebol da Espanha. Ele vai ser sempre lembrado. Eu devo muito a ele pessoalmente. Ele me influenciou muito desde que eu tinha 26 anos. Sempre tive muito carinho por ele e eu sei que era mútuo. É um dia triste – disse o arqueiro.

Del Bosque também foi só elogios ao seu antecessor. Após a conquista da Euro 2008, Aragonés deixou o cargo para buscar novos objetivos na carreira.

– Vou sempre lembrar desse dia triste. Sem dúvida, ele liderou o caminho mais recente da era de sucesso da Espanha. Ele tinha uma longa experiência como treinador e, pessoalmente, eu tinha um apreço especial por ele. Perdemos uma figura chave no esporte moderno.

Outros jogadores que trabalharam com Aragonés na seleção espanhola também lamentaram a morte do ex-treinador.

– Hoje, uma pessoa que marcou muito minha vida profissional e pessoal nos deixou. Descanse em paz. E obrigado por tudo – lamentou Fàbregas.

Titular com Aragonés na conquista da Eurocopa em 2008, Fernando Torres foi outro a se manifestar sobre a morte do ex-comandante.

– Na vida você conhece pessoas que marcam seu caminho. Tenho orgulho de ter aprendido contigo. Descanse em paz, Luiz Aragonés. Nunca te esqueceremos – postou Fernando Torres.

Até mesmo atletas de outros esportes lamentaram a morte do ex-treinador. Foi o caso do tenista espanhol Rafael Nadal.

– Sinto uma grande tristeza pela perda de Luiz. Minhas mais sinceras condolências a sua família – disse o tenista.

CLUBES DA ESPANHA E FIFA LAMENTAM MORTE

As principais equipes da Espanha também manifestaram pesar pela morte de Aragonés. Do Real Madrid ao Barcelona. Do Atlético de Madrid ao Bétis. Em páginas oficiais na internet, todos citaram os feitos do ex-treinador, que passou por nove clubes e pela seleção da Espanha.

O site da Fifa também postou em seu site oficial uma homenagem ao treinador. Além de enumerar os feitos do comandante em sua carreira, a entidade máxima do futebol publicou declarações de profissionais que trabalharam com o ex-técnico.

– Descanse em paz, chefe. Obrigado por tudo – colocou Cesc Fàbregas em uma rede social.

Fonte: Revista Placar, Jornal dos Esportes, Jornal do Brasil, Jornal o globo, Tribuna de Minas e Arquivo Pessoal Márcio Guerra