2013: Gauchão

O time do Canoas passou por duas situações inusitadas na tarde do dia 17 de fevereiro, no Campeonato Gaúcho. Antes da derrota para o Pelotas por 1 a 0, o técnico Rodrigo Bandeira ficou impossibilitado de escalar um jogador que estava sem documentação. Como que numa espécie de “maldição”, o seu substituto acabou saindo mais cedo e passou o resto do dia num hospital.

Jogando na casa do adversário, o Canoas teve que mudar a escalação antes mesmo de entrar em campo. O lateral Michel seria titular, mas esqueceu de levar a carteira de identidade. Sem documento, não pode assinar a súmula e acabou fora da partida.

Para a vaga de Michel, Diego Salini foi o escolhido. O meia ficou 38 minutos em campo. Após um choque de cabeça, teve que ser substituído e foi hospitalizado. Ele recebeu atendimento na Unidade de Pronto Atendimento São Francisco de Paula, fez um exame de tomografia e recebeu alta por estar acompanhado pelo médico do clube.