Avassalador, Bahia goleia o Conquista, reverte vantagem adversária e fatura 46º título baiano

  • Vice por antecipação? Derrotado antes de a bola rolar? Que nada! Neste domingo, o Bahia reforçou a mística da torcida de acreditar até o último instante. Na Arena Fonte Nova com mais de 20 mil pagantes, o Tricolor reverteu a vantagem construída pelo Vitória da Conquista na primeira partida da final, goleou e faturou o bicampeonato baiano, 46º título estadual da sua história. Robson e Bruno Paulista fizeram os primeiros, Souza e Kieza marcaram duas vezes cada. O time do Conquista cometeu dois pênaltis e teve Diego Aragão expulso por colocar a mão na bola.

    O JOGOMELHORES MOMENTOS

    Veja os principais lances da partida.

  • O Bahia utilizou seis jogadores formados no clube na partida deste domingo. Jean, Robson, Bruno Paulista, Rômulo, Mateus e Zé Roberto passaram pelas categorias de base do Fazendão e fazem parte da filosofia da diretoria tricolor de aproveitar melhor jovens promessas.

    DESTAQUECAIU DE PÉ
  • O Conquista perdeu o título baiano, mas tem motivos para se orgulhar da campanha que fez no Baianão 2015. Venceu o Bahia duas vezes, liderou boa parte do estadual e mostrou potencial para se tornar uma nova força do futebol na Bahia.

    DESTAQUECASO DE AMOR

  • O atacante Kieza vive uma temporada especial. Goleador tricolor na temporada, ele marcou dois gols neste domingo, comemorou com a torcida, distribuiu abraços ao ser substituído no final do jogo e ganhou o troféu pela artilharia no estadual com oito gols. Como pendência, resta apenas a renovação de contrato, que se encerra no meio deste ano.