Campinense lucra como formador de Hulk, que nega ter jogado pelo clube

Transferência de Hulk para o Zenit pode se transformar em caso de polícia; jogador nega ter defendido o Campinense, beneficiado com a transação

O Campinense lucrou com a transferência do atacante Hulk do Porto para o Zenit. O clube paraibano foi reconhecido pela Confederação Brasileira de Futebol como um dos formadores do atleta e, respeitando o mecanismo de solidariedade da Fifa, recebeu uma porcentagem do que foi pago pelo clube russo à equipe portuguesa pela contratação do paraibano. A informação foi repassada por pessoas ligadas à Raposa e posteriormente confirmada pelo próprio presidente William Simões, que alega que R$ 189 mil foram repassados aos cofres do clube em 2013. O problema, contudo, é que agora a assessoria jurídica do jogador da Seleção Brasileira garante que o atleta nunca defendeu as cores do Rubro-Negro de Campina Grande. E que se existe algum documento que comprove isto, ele é falso.

Segundo as informações apuradas pela reportagem, o Campinense dispõe de documentação comprovando que foi a própria CBF quem confirmou, junto ao clube russo, que Hulk passou pelo Campinense no começo de sua carreira. Já William Simões é mais taxativo:

– Temos ampla documentação que comprova que o jogador atuou pela Raposinha, que é como chamamos as nossas categorias de base. Isto é conhecido. O pagamento foi feito e é passado. Não entendo porque agora este assunto voltou à tona – declarou.

Na época da transferência, inclusive, o Campinense chegou a publicar em seu perfil oficial numa rede social da internet uma foto em que, supostamente, Hulk aparece vestindo a camisa raposeira, que segundo o clube é de 2000 ou de 2001.

Hulk deixou o Porto em setembro de 2012, numa negociação que foi considerada uma das mais caras da história do futebol mundial. O Zenit desembolsou a quantia de €$ 60 milhões (cerca de R$ 128 milhões) por um contrato de cinco anos. Além do Campinense, outro clube paraibano, o Serrano, que também é de Campina Grande e já não atua mais profissionalmente, também foi contemplado pelo mecanismo de solidariedade da Fifa.

Foto publicada pelo Campinense em novembro de 2012, com um círculo em volta de um garoto que seria Hulk com a camisa rubro-negra

O paraibano, contudo, por meio de sua advogada Marisa Alija, só reconhece o Serrano como clube formador no Estado.

– Hulk jogou uma única partida pelo Serrano. Único clube em que ele jogou na Paraíba. Qualquer documento que comprove uma eventual passagem de Hulk pelo Campinense é falso. E é caso de polícia – declarou.

Marisa Alija, contudo, descarta qualquer possibilidade do jogador acionar judicialmente a Raposa. Ela explica que o atleta não é parte da ação e não foi nem lesado nem beneficiado com a questão, porque esta envolve única e exclusivamente os clubes.

– Se alguém tem que se sentir lesado são os clubes formadores. Porque de acordo com o mecanismo de solidariedade da Fifa, os clubes formadores dividem uma porcentagem do valor da transação. Então se algum clube se apresenta indevidamente como formador, ele está lesando os demais clubes e não o atleta. Neste caso, Hulk simplesmente não é parte interessada.

Em outro momento, a assessoria de imprensa do atleta publicou uma nota. Num dos trechos, destacando parte do que a advogada já tinha dito: “Hulk afirma que infelizmente nunca jogou pelo Campinense ou pelo Treze. Em nenhum momento de sua carreira. O único clube que ele defendeu em uma única partida, aos 16 anos, foi o Serrano, também de Campina Grande, após retornar a sua cidade. Hulk lembra que saiu da Paraíba aos 13 anos para tentar a sorte no futebol e que retornou algumas vezes.

Sempre lembrado nas listas de convocação do técnico Luís Felipe Scolari, Hulk é dado como um dos nomes certos entre os 23 jogadores que vão representar o Brasil na Copa do Mundo deste ano. Ao lado de Neymar e Fred, o jogador formou o sistema ofensivo que foi fundamental na conquista da Copa das Confederações do ano passado.

Hulk foi campeão da Copa das Confederações pela Seleção em 2013 e deve ser nome certo na Copa do Mundo