“Carioca vai ter divisão de acesso” (1963)

Embora o Bangu tenha dado seu apoio público à tese do Flamengo para a reformulação da disputa do Campeonato Carioca, através de seu presidente em exercício, Castor de Andrade, sabe-se que o movimento ganha agora maior importância com as adesões de todos os grandes clubes. América, Bangu, Botafogo, Flamengo, Fluminense e Vasco estão dispostos a criar uma divisão de acesso em 1964, na defesa do interesse de seus patrimônios dependendo apenas do debate da fórmula de disputa dos dois certames interligados.