Estádios de Futebol: Pernambuco

Três casas para acolher o povo

Toda Recife mobilizou-se naquela manhã ensolarada de 4 de julho de 1937. Inaugurava-se, afinal, o primeiro estádio construído na cidade, e uma multidão assistia ao clássico entre Sport- – o proprietário – e Santa Cruz. O resultado de 6 x 5 para os donos da casa foi o primeiro sintoma de que os rubro-negros pensavam, quando idealizaram a construção da Ilha do Retiro, iria se concretizar: aquele seria o palco de muitas emoções do futebol pernambucano.

Os torcedores, nos primeiros tempos do estádio, não se importavam sequer com a ausência de arquibancadas, que só foram compradas anos mais tarde, ao Fluminense-RJ. Mas iam ao campo em número expressivo, rigorosamente trajados com chapéu e paletó, somente para ver o Sport jogar.

Anos mais tarde foi a vez dos rivais Náutico e Santa Cruz entrarem na briga por suas casas. O alvirrubro levantou a sua nos anos 40, no bairro dos Aflitos. “Até amistosos provocavam lotação total”, lembra o goleiro Manoelzinho, que defendeu o Náutico por dez anos e o Sport por outros dez. Nesse período, porém, os torcedores negros não podiam assistir aos clássicos nos Aflitos. Lamentavelmente, a origem aristocrática do clube timbu impedia que eles entrassem.

Enquanto isso, o Santa Cruz erguia o Arruda, embora necessitasse da ajuda de seus torcedores. Tudo porque, ao chegar ao local, em 1937, para ocupar um espaço antes utilizado pelo Centro Esportivo Tabajaras, que fechava suas portas, o time não atentou para o fato de que a área pertencia ao empresário Artur Lundgreens, fundador das Casas Pernambucanas. Em 1952, o proprietário decidiu lotear o terreno e obrigou o vereador tricolor Aristófanes de Andrade a entrar em contato com o prefeito José do Rego Maciel para desapropriar a área. Em troca, o Santa Cruz deu o nome do prefeito da éoica ai Arruda. Daí em diante, só faltou ampliá-lo até alcançar a capacidade atual de 75 mil pessoas e torna-lo mais um sinal da maturidade do futebol de Pernambuco.

ILHA DO RETIRO

Nome oficial: Ademar da Costa Carvalho

Capacidade: 40 000

Inauguração: 04/07/1937, Sport 6 x Santa Cruz 5

Primeiro gol: Aroldo Praça, do Sport

Dimensões do Campo: 105 x 70 m

Endereço: Praça da Bandeira, s/nº, Recife-PE

ARRUDA

Nome oficial: José do Rego Maciel

Capacidade: 75 000

Inauguração: Santa Cruz 1 x Seleção Brasileira de Amadores 0

Primeiro gol: Betinho, do Santa Cruz

Dimensões do Campo: 105 x 73 m

Endereço: Av. Beberibe, s/nº, Bairro do Arruda, Recife-PE

ESTÁDIO DOS AFLITOS

Nome oficial: Eládio Barros Carvalho

Capacidade: 18 000

Inauguração: (não há registro (antes, o Aflitos era utilizado como campo de várzea)

Primeiro gol: Desconhecido

Dimensões do Campo: 110 x 70 m

Endereço: Av. Conselheiro Rosa e Silva, 1086, Recife, PE

Fonte: Revista Placar, Jornal dos Esportes, Jornal do Brasil, Jornal o globo, Tribuna de Minas e Arquivo Pessoal Márcio Guerra