Família do ex-jogador Ian Wright, comentarista na Copa 2014, é feita refém em Londres

O ex-jogador Ian Wright teve a sua família feira refém em Londres

O ex-atacante Ian Wright deixou o Brasil às pressas e voltou para a Inglaterra na quarta-feira, após a sua família ser feita refém em casa, em Londres. Quatro homens armados com facas invadiram a residência e mantiveram a mulher e os filhos do ex-jogador presos. Eles roubaram os pertences pessoais deles. As informações são da rede de TV “BBC”.

Segundo o canal, o agente de Wright, Steve Kutner, disse que a esposa do ex-jogador estava em choque, mas que ninguém ficou ferido. O inglês estava no Brasil trabalhando como comentarista para a TV britânica “ITV”.

– Foi uma situação terrível. O Ian está muito chateado e com raiva. Nancy (sua esposa) está realmente abalada e seus filhos são novos, que espero que eles não lembrem muito – disse Kutner.

Segundo a BBC, um porta-voz da Polícia Metropolitana de Londres informou que há uma investigação sobre o caso.

“Os suspeitos foram descritos como quatro homens negros, com idades entre 18 e 25 anos, que usavam roupas escuras e máscaras nos rostos. O roubo aconteceu por volta das 21h20 de quarta-feira”.

Já o tabloide inglês “ The Sun” disse que um dos homens colocou uma faca na garganta da esposa do ex-jogador e outro ameaçou cortar os dedos das crianças. Um dos invasores teria gritado: “Se você não nos disser onde está o cofre, nós vamos cortar os dedos das crianças”.

O jogador se manifestou no Twitter antes de voar para Londres: “Você não vai conseguir se safar”, escreveu.