Futebol é tema de Vários Lançamentos na Telona

O cinema nacional finalmente redescobriu o futebol. Já estão engatilhadas cinco produções sobre o esporte. A estrela da companhia é o documentárioPelé Eterno, com estréia prevista para o dia 12 de dezembro. O filme traz seis gols inéditos do Rei encontrados nos arquivos de televisões européias e ainda dois gols montados com a ajuda de computação gráfica – um deles, uma obra-prima assinada contra o Juventos e recriada por Pelé num estúdio dos Estados Unidos.
Garrincha – Estrela Solitária, baseado no livro homônimo de Ruy Castro, envereda pela dramatização e deve chegar aos cinemas apenas no início do ano que vem. Com poucas imagens de arquivo, o filme se dedica a mostrar mais as paixões do craque – com fartas cenas de nudez, cortesia do diretor Milton Alencar Jr., que trabalhou com as pornochanchadas nos anos 70 – do que os feitos em campo. As trajetórias de Leônidas da Silva e Telê Santana também ganharão espaço na telona – ambas com roteiros baseados em livros do jornalista André Ribeiro.
Escorado em situações divertidas, Boleiros – Era uma vez o Futebol ganhará uma continuação em breve. “O grande barato de Boleiros é sua aproximação bem-humorada e até mesmo nostálgica do tema”, afirma o jornalista Pablo Villaça, editor do site Cinema em Cena (www.cinemaemcena.com.br). Porém, enquanto Boleiros 2 não sai do forno, os principais adversários de Pelé. Garrincha, Telê e Leônidas devem ser os “craques” do Tabajara. No próximo dia 21 de novembro chega às salas do Brasil A Taça do Mundo é Nossa, primeira incursão da trupe Casseta & Planeta nos cinemas. Em meio ao regime militar, Bussunda e companhia planejam roubar a Taça Jules Rimet, conquistada em definitivo pela seleção Brasileira em 1970.

PATRICK MORAES E PAULO TESCAROLO