Histórico das Seleções Brasileiras campeãs em Copas do Mundo

Brasil campeão mundial em 1958

Campanha: 6 jogos, cinco vitórias, um empate. 16 gols marcados, 4 gols sofridos. Grupo 3: Brasil 3 a 0 Áustria; Brasil 0 x 0 Inglaterra; Brasil 2 x 0 URSS; Quartas de final: Brasil 1 a 0 País de Gales; Semifinal: Brasil 5 a 2 França; Final: Brasil 5 a 2 Suécia.

Elenco: Técnico: Vicente Feola; Goleiros: Gilmar (Corinthians) e Castilho (Fluminense); Zagueiros: Bellini (Vasco), Orlando (Vasco), Mauro (São Paulo) e Zózimo (Bangu); Laterais: Djalma Santos (Palmeiras), Nilton Santos (Botafogo), De Sordi (São Paulo) e Oreco (Corinthians); Apoiadores: Zito (Santos), Didi (Botafogo), Dino Sani (São Paulo) e Moacir (Flamengo); Atacantes: Garrincha (Botafogo), Vavá (Vasco), Pelé (Santos), Zagalo (Botafogo), Joel (Flamengo), Mazzola (Palmeiras), Dida (Flamengo) e Pepe (Santos)

Artilheiros do Brasil – Pelé (seis gols); Vavá (cinco gols); Mazzola (dois gols); Nilton Santos, Didi e Zagallo (um gol cada).

Brasil bicampeão mundial em 1962

Campanha: 6 jogos, cinco vitórias e um empate; 16 gols marcados, seis gols sofridos. Grupo 3: Brasil 2 a 0 México: Brasil 0 a 0 Tchecoslováquia; Brasil 2 a 1 Espanha. Quartas de final Brasil 3 a 1 Inglaterra; Semifinal Brasil 4 a 2 Chile. Final: Brasil 3 a 1 Tchecoslováquia.

Elenco: Técnico: Aymoré Moreira. Goleiros: Gilmar(Corinthians), Castilho (Fluminense); Zagueiros: Bellini (São Paulo), Jurandir (São Paulo), Mauro (Santos) e Zózimo (Bangu); Laterais: Djalma Santos (Palmeiras), Nilton Santos (Botafogo), Jair Marinho (Fluminense) e Altair (Fluminense); Apoiadores: Zito (Santos), Didi (Botafogo), Zequinha (Palmeiras) e Mengálvio (Santos); Atacantes: Garrincha (Botafogo), Vavá (Vasco), Pelé (Santos), Zagallo (Botafogo), Jair da Costa (Portuguesa), Coutinho (Santos), Amarildo (Botafogo) e Pepe (Santos).

Artilheiros: Garrincha e Vavá (4 gols); Amarildo (três gols); Pelé, Zagallo e Zito (um gol).

Brasil tricampeão do mundo em 1970

Campanha: seis jogos, seis vitórias; 19 gols marcados, sete gols sofridos. Grupo 3: Brasil 4 a 1 Tchecoslováquia; Brasil 1 a 0 Inglaterra; Brasil 3 a 2 Romênia. Quartas de final Brasil 4 a 2 Peru; Semifinal: Brasil 3 a 1 Uruguai; Final: Brasil 4 a 1 Itália.

Elenco: Técnico: Zagallo. Goleiros: Félix (Fluminense), Leão (Palmeiras) e Ado (Corinthians); Zagueiros: Brito (Flamengo); Piazza (Cruzeiro), Baldochi (Palmeiras), Fontana (Cruzeiro) e Joel (Santos); Laterais: Carlos Alberto Torres(Santos), Everaldo (Grêmio), Zé Maria (Corinthians) e Marco Antônio (Fluminense). Apoiadores: Clodoaldo (Santos), Gérson (São Paulo), Rivelino (Corinthians), Paulo César (Botafogo). Atacantes: Jairzinho (Botafogo), Tostão (Cruzeiro), Pelé (Santos), Roberto (Botafogo), Edu (Santos) e Dario (Atlético Mineiro).

Artilheiros: Jairzinho, sete gols; Pelé, quatro gols; Rivelino, três gols; Tostão, dois gols; Clodoaldo, Gérson e Carlos Alberto, um gol cada.

Brasil tetracampeão do mundo em 1994

Campanha: Sete jogos, cinco vitórias, dois empates, onze gols marcados e três gols sofridos. Grupo B: Brasil 2 a 0 Rússia; Brasil 3 a 0 Camarões; Brasil 1 a 1 Suécia. Oitavas de final: Brasil 1 a 0 Estados Unidos; Quartas de final: Brasil 3 a 2 Holanda; Semifinal: Brasil 1 a 0 Suécia; Final: Brasil 0 a 0 Itália (pênaltis 3 a 2 para o Brasil)

Elenco: Técnico: Carlos Alberto Parreira. Goleiros: Tafarel (Reggiana/Itália); Zetti (São Paulo) e Gilmar (Flamengo). Zagueiros: Aldair (Roma/Itália); Márcio Santos (Bordeaux/França); Ricardo Rocha (Vasco) e Ronaldão (Benfica/Portugal). Laterais: Jorginho (Bayern Munique/Alemanha), Branco (Fluminense), Cafu (São Paulo), Leonardo (São Paulo). Apoiadores: Mauro Silva(La Coruña/Espanha) Dunga (Sttutgart/Alemanha), Mazinho (Palmeiras), Zinho (Palmeiras) e Raí (Paris Saint Germain/França). Atacantes: Romário (Barcelona/Espanha), Bebeto (La Coruña/Espanha), Ronaldo (Cruzeiro), Paulo Sérgio (Bayern/Alemanha), Müller (São Paulo) e Viola (Corinthians).

Artilheiros: Romário (cinco gols), Bebeto (três gols), Branco, Raí e Márcio Santos (um gols cada).

Brasil pentacampeão do mundo em 2002

Campanha: Sete jogos, sete vitórias, dezoito gols marcados e quatro sofridos.
Grupo C: Brasil 2 a 1 Turquia; Brasil 4 a 0 China; Brasil 5 a 2 Costa Rica. Oitavas de final: Brasil 2 a 0 Bélgica; Quartas de final: Inglaterra 1 a 2 Brasil; Semifinal: Brasil 1 a 0 Turquia; Final: Brasil 2 a 0 Alemanha.

Elenco: Técnico: Luiz Felipe Scolari. Goleiros: Marcos (Palmeiras); Dida (Corinthians); Rogério Ceni (São Paulo). Zagueiros: Lúcio (Bayern Leverkusen/Alemanha); Roque Junior (Milan/Itália); Edmílson (Lyon/França); Anderson Polga (Grêmio). Laterais: Cafú (Roma/Itália); Roberto Carlos (Real Madrid/Espanha); Belletti (São Paulo); Júnior (Parma/Itália). Apoiadores: Gilberto Silva (Atlético-MG); Kléberson (Atlético-PR); Vampeta (Corinthians); Ricardinho (Corinthians); Juninho Paulista (Flamengo); Kaká (São Paulo). Atacantes: Rivaldo (Barcelona/Espanha); Ronaldinho Gaúcho (Paris St Germain/França); Ronaldo (Inter de Milão/Itália); Denilson (Real Betis/Espanha); Edilson (Cruzeiro); Luizão (Grêmio)

Artilheiros: Ronaldo (oito gols), Rivaldo (cinco gols), Ronaldinho Gaúcho (dois gols), Roberto Carlos, Edmilson e Junior (um gol cada).