Ônibus do Ypiranga-BA é atingido por tiro

O ônibus que conduzia a delegação do Ypiranga foi atingido por um tiro
nesta quarta-feira, na BR-110, na região da cidade Catu, que fica a 78 km
de Salvador. O presidente do clube, o ex-goleiro Emerson Ferretti, relatou
a situação vivida por jogadores e funcionários durante a ação. Segundo ele,
o treinador Rodrigo Chagas quase foi atingido pelo disparo. A suspeita é de
tentativa de assalto.

– O ônibus estava passando por Catu, e em uma dessas reduzidas de
velocidade, deram um tiro na janela. Bem no local onde eu estava com o
Rodrigo (Chagas, treinador do time). Pegou na quina e estilhaçou o vidro. E
se não pega na quina tinha ido bem na cabeça do Rodrigo – contou o
presidente, que disse ter ouvido vários disparos.

A delegação do Mais Querido seguia para Alagoinhas, onde o time enfrentou
o Camaçari, na tarde desta quarta-feira, pela Segunda Divisão do Campeonato
Baiano. De acordo com o dirigente, quatro homens em duas motos foram
responsáveis pela ação.

– Eles estavam esperando a gente parar. Rondaram, passaram pelo ônibus.
Como não paramos, eles foram embora – relatou o Emerson, que é ex-goleiro
de Bahia, Vitória, Flamengo e Grêmio.

Apesar do susto, o Ypiranga não se acanhou dentro de campo e bateu o
Camaçari por 4 a 1 pela segunda rodada. Após o triunfo, a delegação deve
voltar para Salvador ainda nesta quarta-feira, no entanto, de acordo com
Ferretti, o grupo deve parar na delegacia da cidade de Alagoinhas para
registrar queixa.

Fonte: Revista Placar, Jornal dos Esportes, Jornal do Brasil, Jornal o globo, Tribuna de Minas e Arquivo Pessoal Márcio Guerra