Serra Dourada

Monumento no coração do Brasil

Quando o estado de Goiás anunciou a inauguração de seu novo estádio, em 1975, pouca gente deu importância. De que adiantaria um grandioso palco no coração do Brasil, se lá não existiam clubes a altura para utilizá-lo? Bastaram alguns anos, porém, para o Serra Dourada provocar uma profunda evolução dos times do Estado, que mesmo sem se tornarem potências, colocaram Goiás na rota dos grandes espetáculos da bola.

Uma das provas da mudança aconteceu em 1978, quando a Seleção Brasileira apresentou-se para a torcida local pela primeira vez na história. Tratava-se, é verdade, de um jogo contra uma seleção goiana, facilmente batida por 3x 1. Mas 77 790 pessoas passaram pelas roletas do estádio, proporcionando um recorde de público inigualável até os dias de hoje.

O motivo que levava as grandes partidas para Goiás era simples: a administração do Serra Dourada cultivou o melhor gramado do Brasil. Assim, a CBF não hesitou em realizar lá o jogo-desempate da primeira fase da Taça Libertadores da América de 1981, que reunia dois clubes de fora do Estado: Atlético-MG e Flamengo. E quem esteve presente naquela noite viu um dos espetáculos mais polêmicos do futebol brasileiro nos anos 80. O árbitro José Roberto Wright expulsou injustamente o centroavante atleticano Reinaldo. Em minutos, com os mineiros revoltados, iniciou-se um cai-cai no gramado que culminou com outras quatro expulsões (Éder, Palhinha, Chicão e Osmar). A partida foi encerrada aos 37 minutos do primeiro tempo, classificando o Flamengo para a fase seguinte apesar do empate em 0 x 0 – os rubro-negros terminaram campeões.

Além do gramado, havia o conforto das instalações; Por isso, Goiânia sediou um dos grupos da Copa América de 1989 e viu o argentino Maradona produzir um dos lances mais belos a que aquelas arquibancadas já assistiram. Percebendo o goleiro equatoriano Moralez adiantado, o craque tentou por cobertura do meio de campo. A distância, vai a bola tocar caprichosamente o travessão. Foi impossível não lembrar a jogada de Pelé na Copa de 70, contra a Tcheco-Eslováquia, que passou à esquerda da meta do goleiro Viktor.

Depois disso, os goianos voltariam a vibrar e, dessa vez, vendo um goleador local balançar as redes. Túlio, hoje no Sion da Suíça, tornou-se o artilheiro do Campeonato Brasileiro de 1989 com 11 gols e revelou-se para o país. Gols que tornaram o futebol goiano respeitado como só uma coisa conseguira até então: o Estádio Serra Doutada.

SERRA DOURADA

Nome oficial: Serra Dourada

Inauguração: 09/03/1975. Seleção Goiana 2 x Seleção Portuguesa 1

Primeiro gol: Otávio, da Seleção Portuguesa

Dimensões do campo: 120 x 90 cm

Endereço: Jardim Goiás, s/nº, Goiânia-GO

Fonte: Revista Placar, Jornal dos Esportes, Jornal do Brasil, Jornal o globo, Tribuna de Minas e Arquivo Pessoal Márcio Guerra