Torcedores do Espanyol jogam banana em campo durante clássico

A polêmica no clássico catalão não se restringiu às quatro linhas. Torcedores do Espanyol jogaram uma casca de banana no gramado do estádio Cornellà-El Prat, durante o duelo com o Barcelona, neste sábado, num ato interpretado pela imprensa espanhola como racismo contra os brasileiros Neymar e Daniel Alves. Há ainda relatos de que houve barulhos da arquibancada imitando macacos.

Neymar, aliás, foi bastante vaiado pelos torcedores do Espanyol quando deixou o gramado aos 35 minutos do segundo tempo, substituído por Alexis Sánchez. Antes disso, ele participou do lance que resultou no pênalti convertido por Messi, que deu a vitória ao Barça. Na jogada, o camisa 11 recebeu lançamento de Daniel Alves, dominou com o peito e viu a bola bater no braço de Javi López. A marcação foi bastante contestada pelos atletas do Espanyol.

Casca de banana no gramado do estádio Cornellà-El Prat

Antes, Neymar já havia se desentendido com diversos jogadores do Espanyol por causa das seguidas faltas que recebeu. Stuani e Colotto receberam cartões amarelos por faltas no brasileiro, que chegou a discutir com o lateral Javi López – ele chegou a revidar uma entrada – e o volante David López.

Anteriormente, Daniel Alves já havia reclamado de racismo sofrido na Espanha. Em janeiro do ano passado, após ser insultado no clássico contra o Real Madrid, o lateral brasileiro afirmou que a situação é rotineira.

– Não é somente no Santiago Bernabéu. Normalmente vivo esta situação em todos os estádios que vou. Infelizmente, é uma guerra perdida até que se tomem medidas mais drásticas. Estou há 10 anos aqui na Espanha, e desde o primeiro ano acontecem estas coisas – declarou o brasileiro – disse Daniel Alves na ocasião.

Neymar discute com o zagueiro mexicano Moreno, do Espanyol