Vôlei Sport – JF

Flu é campeão e vem para a chave do Sport

O Sport já conhece mais um dos seus adversários nas quartas-de-final do Campeonato Brasileiro de Vôlei, que começará no domingo, em Juiz de Fora. O Fluminense, depois de vencer a Supergasbrás com certa facilidade, conquistou o tetracampeonato do Rio de Janeiro e passa a integrar ao lado do Sport, da Pirelli e mais dois clubes que ainda estão disputando classificação, o grupo L do Brasileiro.

O retorno do Fluminense à cidade (em 1981 disputou o próprio Brasileiro em JF), passou a acontecer desde a decisão do returno do Campeonato do Rio de Janeiro, quando o time tricolor se apresentou bem superior a Supergasbrás. Ontem à noite, no Maracanãzinho, o Fluminense só teve maiores obstáculos no primeiro set, quando venceu por 15 a 11.

O segundo set apresentou o Fluminense firme e a Supergasbrás apresentou erros incríveis. O resultado foi a vitoria fácil do sexteto tricolor por 15 a 4. No terceiro set o Fluminense começou vencendo por 8 a 0. A Supergasbrás reagiu e chegou ao empate, mas acabou cedendo o tetracampeonato carioca e a inclusão da equipe no grupo que terá o turno em Juiz de Fora.

Faltam duas vagas

Começa hoje a disputa das oitavas de final do Campeonato Brasileiro de Vôlei Feminino, com sete clubes, divididos em duas chaves e das quais sairão os dois últimos adversários do Sport no grupo L das quartas-de-final. Na fase que será iniciada hoje, Sogipa, Botafogo, Minas formam o grupo J, enquanto Rio Negro (Amazonas), Clube do Remo (Pará), BNB (Ceará), e CRB (Alagoas) formam o grupo I. O segundo colocado do grupo J e o primeiro do I serão os adversários do Sport.

No Rio de Janeiro, a partir das 20h30m, no ginásio do Botafogo, jogarão Minas Sogipa, folgando a equipe do Botafogo, cujo técnico Marcos Aurélio estará observando seus dois adversários dentro do grupo.Em Belém a rodada será dupla. A partir das 19h30, se enfrentam Rio Negro x CRB, e Clube do Remo x BNB.

Esta fase do campeonato será encerrada na quinta-feira, quando então o Sport conhecerá todos os clubes que irão formar o grupo L das quartas-de-final para a qual está classificado. Pirelli, vice de São Paulo, Fluminense, campeão do Rio de Janeiro, já estão definidos. O turno do grupo L terá os jogos em  Juiz de Fora, enquanto o returno será no Rio de Janeiro. As quartas-de-final deste grupo serão disputadas de 13, próximo domingo, à 23 de novembro.

Sport: Arrancada Final

No treino de ontem a equipe de vôlei feminino do Sport, o técnico Inaldo Manta deu inicio a segunda e última fase dos trabalhos para o Campeonato Brasileiro, que terá as quartas-de-final iniciadas neste domingo, com o turno do grupo L em Juiz de Fora. Rosilene, ex-jogadora do Minas é o novo reforço para o time, treinou pela primeira vez no clube e poderá defender o Sport já no Brasileiro.

– Nós saímos da primeira fase dos treinamentos com os objetivos alcançados. Hoje estamos iniciando uma etapa mais forçada, em que as jogadoras já terão condições de corresponder normalmente ao que for exigido. No sábado, o time estará prontinho, afirmou Inaldo.

Ontem, o técnico insistiu no trabalho de defesa, sequencias de ataques e entrou em uma fase inicial de coletivos. Hoje, novamente, a equipe treinará em dois períodos: pela manhã e à tarde.

Quanto a Rosilene, Inaldo afirmou que primeiro deverá sentir como ela irá se comportar diante do novo trabalho, para depois realmente colocar em pratica suas idéias de como aproveita-la…

-Eu já trabalhei com a Rosilene na Seleção Brasileira e a conheço muito bem. É uma jogadora de muitos recursos, que apenas está fora de forma. E hoje em dia, o vôlei é 70% de condição física e 30% de técnica, explicou Inaldo.

A não realização de amistosos, após a conquista do título mineiro, foi justificada por Inaldo como uma parada proposital. O técnico tem como objetivos buscar o ritmo do time durante esta semana, para que o pique seja atingido durante o Campeonato Brasileiro, quando os jogos serão intensos e sempre difíceis. Os amistosos também não foram realizados para evitar o desgaste da equipe.

A participação da torcida durante os jogos em Juiz de Fora foi outro ponto abordado por Inaldo: “será um desafio para o time e para os torcedores, que souberem se comportar na decisão do Campeonato Mineiro e vai mais uma vez demonstrar que sabem apoiar o time sem prejudicar na competição”.

Time recebe reforço

-Eu vim para o Sport para dar uma força ao time. Naturalmente eu não podia nem mesmo pensar em chegar, treinar e tirar o lugar de alguém. O meu objetivo nesse período é sentir o ambiente, treinar muito e ver o meu rendimento, para estudar a minha vinda definitiva no próximo ano. Rosilene, ex-jogadora do Minas, fez ontem o seu primeiro treino junto com a equipe do Sport e estará defendendo o clube no Campeonato Brasileiro.

Desde janeiro, Rosilene não vinha jogando, pois começou a estudar à noite e estava desestimulada para o vôlei. Com o convite feito por Gil Barrote e Guilherme Sarmento, a jogadora decidiu aceitar a experiência e no domingo viajou para Juiz de Fora.

– Eu estava um pouco preocupada, pois não jogo há quase um ano. Mas, quando cheguei, as próprias jogadoras me deram muita força, e, como eu já conhecia o pessoal, foi fácil me ambientar. Em relação ao primeiro treino eu até me surpreendi, pois vim de manhã ao ginásio e agora à noite e não estou sem gás. Estou cansada sim, mas de uma maneira normal.

Rosilene começou a jogar vôlei no Saparta de Belo Horizonte. Passou pelo Mackenzie, pelo Minas e defendeu a Seleção Brasileira Juvenil e Adulta, no período de 77 a 80.

– Hoje (ontem) a Elisa foi a Belo Horizonte para levar meus documentos de transferência para o clube. Como eu faço o curso de Pedagogia em Belo Horizonte, vai ser preciso uma transferência. Mas isso somente em 84, pois agora já estou nas provas finais e devo encerrar o semestre. No inicio do ano que vem, se for possível fazer o curso aqui e eu me adaptar a este novo trabalho, aí devo vir definitivamente.