2013: Foi lá e resolveu!

A cena se repete em vários jogos decisivos: o time precisa de um gol nos últimos minutos, e o goleiro sai lá de trás de sua solidão e parte para a área para tentar ajudar a equipe no que parece ser um feito quase impossível. Quase nunca consegue. Na sexta, na abertura da Série B, a partida estava bem longe de ser decisiva. Como o Oeste perdia em casa para o Avaí por 1 a 0, o goleiro Fernando Leal foi para a área adversária aos 48 da etapa final. E conseguiu. Após cobrança de escanteio, com uma cabeçada certeira e firme, empatou a partida em 1 a 1.

– Foi meu primeiro gol na carreira. Quando vi o escanteio, coloquei na minha cabeça que tinha de subir para a área e Deus me abençoou. Não costumo fazer isso, mas… – disse Fernando Leal, logo após o apito final.

Um estranho cumprimento

Fora do comum foi a forma que o meia do Oeste Melinho encontrou para cumprimentar o “artilheiro” rubro-negro. Depois do jogo, enquanto era entrevistado pelo repórter Fábio Leopisi, do SporTV, Leal levou uma “patolada” e ficou sem graça com a atitude.

– Fiz uma brincadeira pelo acontecimento raro. Fui dar um tapinha, mas não pensei na hora e aconteceu isso. Acabei roubando a cena dele – explicou Melinho.