Com Neymar e Messi, Barça causa alvoroço na Basílica da Natividade

Menos de 24 horas após golear o Santos por 8 a 0 pelo troféu Joan Gamper, o Barcelona já desembarcou em Israel para o chamado “Tour da Paz”. Em Belém, as estrelas do clube catalão causaram alvoroço neste sábado. Neymar, Messi  & Cia. visitaram a Basílica da Natividade, local onde Jesus nasceu.

Os 250 seguranças que acompanharam a delegação do Barcelona não foram capazes de controlar o assédio dos fãs, que protagonizaram cenas de caos e delírio e fizeram de tudo para conseguir uma aproximação com os ídolos. No local, os jogadores do Barcelona tiveram um encontro com o palestino, Mahmoud Abbas.

Jogadores do Barcelona posam como um time na Basílica da Natividade

Ainda neste sábado, o time fará uma clínica de futebol para crianças palestinas no Estádio Municipal de Dura, perto de Hebrón, em Israel. Na próxima quarta, o Barça fará um amistoso com a seleção da Tailândia, no Estádio Nacional Rajamangala, em Bangkok. Depois, no sábado, a equipe enfrenta um combinado da Malásia, no Estádio Nacional Bukit Jalil, em Kuala Lampur.

A comitiva é formada por 132 pessoas (além de jogadores, comissão técnica e dirigentes, conta também com diversos convidados). O plantel do Barça cumprirá compromissos profissionais na capital israelense e também na Palestina.

Susto no desembarque

Piqué, Messi e Alba na excursão

De acordo com o site do jornal “Mundo Deportivo”, mais cedo, durante o desembarque em Israel, os jogadores do Barcelona levaram um susto na hora da aterrisagem em Tel Aviv, já que o piloto fez uma manobra brusca e algumas malas de mão chegaram a cair do compartimento de bagagens no interior do avião. Até máscaras de oxigênio foram liberadas, mas apenas por segurança.

A delegação foi recebida por um forte aparato de segurança, incluindo militares de Israel. A maioria dos oficiais aproveitou para tietar os atletas e tirar fotos da chegada do Barcelona na pista.

Neymar relaxa no voo do Barcelona para a Ásia

Fonte: Revista Placar, Jornal dos Esportes, Jornal do Brasil, Jornal o globo, Tribuna de Minas e Arquivo Pessoal Márcio Guerra