Estádios de Futebol: Mineirão

O primeiro gol marcado na história do Mineirão foi de Buglê, em 5 de setembro de 1965. Jogo entre uma Seleção Mineira e o River Plate. Coube ao atacante Lola, do Atlético Mineiro, a marcação do gol mil, numa vitória do Galo por 3 a 0 sobre o Araxá. O gol dois mil foi de Zé Carlos, do Cruzeiro.

Buglê anota o primeiro gol da história do Mineirão e vai abraçar a torcida

Dia 3 de janeiro de 2013 foi reaberto o Mineirão, Estádio Magalhães Pinto, já remodelado para a Copa do Mundo de 2014. O estádio ficou fechado durante dois anos, sete meses e 27 dias para a reforma. O Mineirão passou a ter uma capacidade de 63.936 pagantes, sendo 24694 na parte inferior e 39.342 na parte superior. São 98 camarotes com a capacidade de 2024 assentos. O custo da obra foi de 660 milhões de reais.

Cruzeiro e Atlético perfilados durante o Hino Nacional na reinauguração do Mineirão

O clássico entre Cruzeiro e Atlético, válido pela terceira rodada do Campeonato Mineiro (antecipado para marcar a inauguração do estádio) terminou com a vitória do Cruzeiro por 2 a 1, gols de Marcos Rocha (contra), Araújo e Dagoberto. Mas nem tudo foi festa na inauguração do Mineirão. Os torcedores reclamaram da falta de estrutura para entrada das torcidas, de bares fechados logo após o intervalo, por falta de produtos, de banheiros sem luz e água. A insatisfação foi amenizada pelo governador Anastasia (PSDB), que disse que só ouviu elogios.

Anselmo Ramon (comemorando o gol contra de Marcos Rocha) e Dagoberto foram os autores dos gols da vitória do Cruzeiro na volta do Mineirão