O talento de Zé Eduardo

Por Cacalo Fernandes no Jornal Correio Popular

  Em 1988, o técnico Zé Duarte foi treinar o União São João de Araras. Como é de seu hábito, começou a assistir os treinos dos juniores, analisando se havia garotos em condições de subir para a equipe principal. Um dia ele estava assistindo ao treino coletivo ao lado do técnico dos juniores Rubinho e um jogador chamou a sua atenção: era um lateral direito, muito forte, mas com pouca intimidade com a bola. Depois de uma descida ao ataque deste jogador, em que o cruzamento caiu a uns 50 metros de onde estava o centroavante, Zé Duarte virou-se para Rubinho e perguntou quem era aquele cara. Rubinho, lisonjeado pelo interesse, respondeu rápido: ´´Este é Fulano de Tal“. Zé Duarte respondeu: ´´Tem que trabalhar“. Rubinho, mais lisonjeado ainda, disse ´´Já tenho trabalhado muito com ele cruzamentos, passes…“ Zé Duarte então arrematou: ´´Não Rubinho, você não entendeu. Ele tem que arranjar um emprego, porque pra bola não dá!“